A Era da Manipulação - Wilson Bryan Key

“Os homens são singularmente perigosos porque sua cegueira perceptiva não lhes permite ver que são perigosos.”

“A verdade é um produto da percepção humana.”

“A maioria das pessoas – especialmente em nossa cultura controlada pela mídia – está inconsciente das hábeis estratégias utilizadas para dirigir nossos destinos. A maioria é educada para ignorar sua participação na consciência cultural coletiva, o que a torna suscetível a doutrinações."

"Popularmente, ainda é acalentada a ilusão de que individualmente os seres humanos – cada um por si próprio – têm total controle de seus pensamentos, valores e comportamentos. Acreditamos pensar inteiramente por e para nós mesmos.”

“A realidade é infinitamente complexa, múltipla, integrada, em constante mudança e sujeita aos caprichos da percepção humana.”

“A busca da verdade é, com certeza, algo muito diferente da descoberta de uma verdade eterna. Uma vez que uma verdade eterna é descoberta, o aprendizado, o progresso, o crescimento e a liberdade tornam-se restritos, preconceituosos e desfocados. As opções humanas diminuem inevitavelmente.”

“A crença afirmada em Deus é virtualmente incompreensível sem as constantes ameaças do demônio.”

“As sociedades ocultam seus nervos expostos que, quando examinados, tornam-se dolorosos e causam medo.”

“Voltaire comentou que qualquer pessoa que fosse obrigada a se olhar no espelho da verdade ficaria imediatamente louca.”

“Os homens têm uma capacidade extraordinária de projetar a culpa de seus atos – reais ou imaginários – para outras pessoas.”

“A única coisa consistente sobre os seres humanos é a sua inconsistência.”

“...o único personagem intolerável nas novelas, nos anúncios ou nas notícias é aquele que passa despercebido. Ele pode ser amado ou odiado, mas perderá o emprego se o público o ignorar.”

“Muito da indústria da comunicação de massa depende da exploração e manipulação das fraquezas humanas.”

“Muitos se convencem de que não têm condições de entender as questões e não têm nenhuma razão para se preocupar com as respostas.”

“As pessoas podem perceber o bastante sobre qualquer assunto para alcançar determinado objetivo, mas elas deviam se tornar mais humildes pela consciência de que, seja qual for o assunto, haverá sempre mais coisas que elas não sabem do que as frívolas superficialidades do que elas pensam que sabem.”

“As palavras amor e deus significarão para um indivíduo algo ao mesmo tempo igual e diferente daquilo que significa para outra pessoa. É curioso quando as pessoas insistem que suas definições são as verdadeiras e obrigam as outras a validarem suas fantasias.”

“Qualquer avaliação crítica reduziria rapidamente a eficácia do anúncio.”

“As pessoas em geral não acreditam que possam ser tão facilmente manipuladas e controladas. É precisamente por isso que elas são tão fáceis de manipular e controlar.”

“Se o comportamento da maioria for insano, tentar-se-á levar os desviados da sanidade para a insanidade.”

“A maior ironia de Deus foi infligida no Jardim do Éden. Ele equipou generosamente os humanos para gozarem os prazeres e realização sensual erótica. Então ele caprichosamente expulsou Adão e Eva do paraíso e os proibiu de brincarem livremente com seus prazerosos brinquedos, sob ameaça de danação eterna.”

“As pessoas manipuladas são em geral vítimas voluntárias por causa de suas expectativas de ganho.”

“Eles criam o problema e depois criam e vendem a solução do problema.”

“Ver não deve ser crer.”

19 de agosto de 2011

4 anos de fragmentos.

O Exorcista - William Peter Blatty

“– Alguma vez você já pensou em morrer?
– Como foi que você...
– Em morrer – repetiu, interrompendo-o. – Já pensou nisso Burke? No que isso significa? Quero dizer, no que significa mesmo?”

“– (...) Já estou tendo problema pessoais. De dúvidas, quero dizer.
– E qual a pessoa que raciocina que está livre de dúvidas, Damien?”

“Mais baseado na lógica do que no silêncio de Deus. No mundo havia o mal. E grande parte dele provinha da dúvida: de uma confusão sincera entre os homens de boa vontade. Um Deus justo se recusaria a acabar com ela? A não se manifestar? A não falar?”

“... o mundo... o mundo inteiro... está sendo vítima de um esgotamento nervoso em massa. Todos. O mundo todo.”

“É nisso que eu acho que consiste o endemoniamento, Damien... não em guerras, como alguns tendem a crer; nem tanto assim; e muito raramente em intervenções extraordinárias como esta... a dessa menina... dessa pobre criança. Não, eu o encontro com mais frequência nas pequenas coisas, Damien, nas malevolências absurdas, mesquinhas; nos desentendimentos; na palavra cruel e mordaz que vem espontaneamente à língua entre amigos. Entre amante. Basta isso – murmurou Merrin – e não temos necessidade de que Satã organize nossas guerras. Destas, nós mesmos nos encarregamos... nós mesmos...”

“Quando se pensa em Deus, chega-se à conclusão de que, se ele existe, então com certeza precisa dormir um milhão de anos a cada noite, porque do contrário teria que ficar irritado. Entende o que quero dizer? Ele nunca abre a boca pra nada. Mas o diabo não pára de fazer propaganda, padre. O diabo faz comerciais à beça.”