Filhos do Éden: Paraíso Perdido - Eduardo Spohr

"É na dificuldade, e não na alegria, que a ternura aparece, as relações são testadas e os laços se fortalecem."

"No âmago de cada homem e de cada mulher há um gigante, ela pensou, dentro de cada ser humano há um anão ganancioso, um lobo faminto, um príncipe honrado, uma rainha nostálgica e uma guerreira impetuosa. (...) Todos os mundos, céus e infernos, vivem eternamente dentro de nós."

"Parecia-lhe lógico, agora, após a jornada pelos nove reinos, que o supremo ícone da sabedoria fosse um homem decrépito, já que a verdadeira erudição não está no que se tem, mas no que se sabe, no que se conhece a respeito do mundo."

"O mundo, reparou Centelha, quando encarado a partir da órbita, não diferia tanto do mesmo planeta avistado milhões de ano antes. De cima, ontem e hoje, não se viam divisões políticas, não se enxergavam nações ou países, apenas a Terra, nua e crua, sem fronteiras culturais, como era e sempre fora ao longo dos séculos."

"Pobres homens. Tolos, surdos, ignorantes, arraigados a uma tradição, incapazes de escutar o que transcendia a ela, impossibilitados de alcançar a verdade."

"Quando você está em uma jornada e o objetivo vai ficando mais próximo, você percebe que o verdadeiro objetivo é a jornada."

O melhor das comédias da vida privada - Luis Fernando Verissimo

"O feto começa feminino, depois é que são acrescentados os atributos, digamos assim, masculinos. Por isso nós, homens, temos mamilos e não sabemos o que fazer com eles. Quer dizer, a história biológica do ser humano é exatamente o inverso do seu principal mito de criação, em que a mulher sai de dentro do homem. O mito não é apenas um desmentido do fato, e do feto, como uma apropriação masculina de um feito feminino. Ao pôr o primeiro homem para dormir e retirar suas costela e produzir a primeira mulher, Deus fez uma paródia de parto, reivindicando para os homens, no caso Ele e Adão, a primazia do ato de dar a vida. E com anestesia, um detalhe que não deve escapar às mulheres, depois condenadas por Ele a padecer de todas as dores da procriação enquanto o homem, responsável por tudo, só era condenado a folhear Caras antigas na sala de espera. Todos os mitos, desde os inaugurais, como toda a cultura humana, têm sido masculinos, num contraponto ressentido com a história biológica, verdadeira, feminina, da espécie. Pura inveja."

"Quando alguém começa a frase com 'Eu não sou racista, mas...', você pode estar certo que o que segue será uma declaração racista que desmentirá espetacularmente o seu preâmbulo. Ninguém é mais racista do que quem começa dizendo que não é."

Doutor Sono - Stephen King

"Ela me deu um presente igual ao que eu vou lhe dar. É isso que o mestre faz quando o aluno está pronto. Aprender é o presente, sabe? O melhor presente que alguém pode dar ou receber."

"– Gente morrendo não o incomoda? 
(...)
– Não – respondeu. Acrescentou depois, sem motivo: – Estamos todos morrendo. O mundo não passa de um hospício aberto."

"Dan não tinha problemas com o Poder Superior porque possuía algumas informações dos bastidores. Deus continuava sendo uma hipótese não comprovada, mas ele sabia que havia de fato outro plano de existência. Tal como Abra, Dan havia visto pessoas fantasmagóricas. Então, claro, Deus era possível. Considerando os vislumbres que tivera do mundo do além, Dan achava que era até provável... embora se perguntasse que espécie de Deus ficava só ali, sentado, enquanto uma merda daquelas acontecia."

"Dan já vira isso antes. O milagre do retorno da consciência. Pensou, não pela primeira vez, sobre de onde vinha e para onde ia depois da partida. A morte não era menos milagrosa que o nascimento."

"...as coisas mais fáceis de passar despercebidas eram as que estavam bem diante de nós.

O Corredor da Morte - Stephen King

"Cada homem tem uma caveira e, eu lhe digo, há uma caveira na vida de todos os homens."

"O mundo gira, é só isso. Você pode se segurar e girar com ele, ou se levantar para reclamar e ser lançado para fora."

"Não tenho nada contra a televisão, mas não gosto do modo como ela nos afasta do resto do mundo na direção de nada mais a não ser a sua própria existência vítrea."

"Cada um de nós tem um compromisso com a morte, não há exceções, sei disso, mas às vezes, oh meu Deus, o Corredor da Morte é muito comprido."

Visões de Robô - Isaac Asimov

"– Olhem para vocês! – disse, afinal. – Não pretendo humilhá-los, mas olhem para vocês! São feitos de um material mole e flácido, desprovido de resistência e durabilidade; como fonte de energia, utilizam a oxidação pouco eficiente de substâncias orgânicas... como essas aí. – Apontou com ar de desaprovação para os restos do sanduíche de Donovan. – Entram periodicamente em estado de coma e a menor variação de temperatura, pressão do ar, umidade ou intensidade de radiação prejudica sua eficiência. Vocês são provisórios."

"Olhe para o mundo de hoje e para o mundo do passado e se pergunte se não somos crianças (e crianças destrutivas!) que precisam ser vigiada para não fazerem bobagens. Se exigimos ser tratados como adultos, não devemos agir como adultos? E quando vamos começar?"

"– Isso não seria uma mentida, Andrew?
– Seria, Paul, e sou incapaz de mentir. É por isso que estou pedindo para você telefonar.
–Ah, você não pode mentir, mas pode me pedir para contar uma mentira, não é? Andrew, você está ficando mais humano a cada dia que passa..."

"Vocês homens são todos iguais! Quando uma mulher chega a uma conclusão correta, vocês não conseguem aceitar o fato de que ela é mais inteligente do que vocês e chamam isso de intuição feminina."

"...mesmo as coisas altamente improváveis de vez em quando se tornam realidade."

"Gosto de robôs. Na verdade, bem mais do que de seres humanos. Se fosse possível construir um robô capas de ocupar altos cargos no Governo, acho que ele daria um excelente administrador. Graças às Leis da Robótica, seria incapaz de fazer mal aos seres humanos, incapaz de praticar atos de tirania, de corrupção, de estupidez, de preconceito. E depois de cumprir o seu mandato, sairia de cena, embora fosse imortal, pois não poderia magoar os seres humanos permitindo que soubessem que tinham sido governados por um robô."

"–Ah, os robôs são mentalmente diferentes dos seres humanos?
–Totalmente diferentes. –Ela se permitiu um sorriso gélido. – Os robôs são basicamente decentes."

O assassinato de Roger Ackroyd - Agatha Christie

"É singular que, quando temos uma crença secreta que não desejamos comunicar a ninguém, o ouvi-la expressar por uma outra pessoa nos leve a contradizê-la furiosamente."

O tao da física - Fritjof Capra

“Umas das principais polaridades da vida é a que se refere aos lados masculino e feminino da natureza humana. Assim como ocorre com a polaridade do bem e do mal, da vida e da morte, tendemos a sentir desconforto perante a polaridade masculino/feminino em nós mesmos, razão pela qual conferimos destaque a um ou outro desses pólos. A sociedade ocidental favoreceu, tradicionalmente, o lado masculino de preferência ao feminino. Em vez de reconhecer que a personalidade de cada homem e de cada mulher é o resultado de uma interação entre elementos femininos e masculinos, estabeleceu uma ordem estática em que se pressupõe que todos os homens são masculinos e todas as mulheres femininas, e conferiu aos homens os papéis principais e a maioria dos privilégios sociais. Essa atitude deu origem a uma ênfase exagerada nos aspectos yang – ou masculinos – da natureza humana, isto é, atividade, pensamento racional, competição, agressividade, etc. Os modos de consciência yin – ou femininos –, geralmente descritos através de palavras como intuitivo, religioso, místico, oculto ou psíquico, foram constantemente suprimidos em nossa sociedade orientada por valores masculinos.” 

“Para os budistas, pois, um ser iluminado é aquele que não resiste ao fluxo da vida mas permanece em movimento com ele.”

“A vida não é uma coisa ou o estado de uma coisa, mas uma mudança ou um movimento contínuo.”

“Considero a ciência e o misticismo como manifestações complementares da mente humana, de suas faculdades racionais e intuitivas. O físico moderno experimenta o mundo através de uma extrema especialização da mente racional; o místico, através de uma extrema especialização da mente intuitiva. As duas abordagens são inteiramente diferentes e envolvem muito mais que uma determinada visão do mundo físico. Entretanto, são complementares, como aprendemos a dizer em Física. Nenhuma pode ser compreendida sem a outra; nenhuma pode ser reduzida à outra. Ambas são necessárias, suplementando-se mutuamente para uma compreensão mais abrangente do mundo.”

“A ciência não necessita do misticismo e este não necessita daquela; o homem, contudo, necessita de ambos. A experiência mística é necessária para a compreensão da natureza mais profunda das coisas, e a ciência é essencial para a vida moderna. Necessitamos, na verdade, não de uma síntese, mas de uma interação dinâmica entre a intuição mística e a análise científica.”

19 de agosto de 2015

8 anos de fragmentos.

O restaurante no fim do universo - Douglas Adams

"O problema da maioria das formas de transporte é que não valiam a pena. Na Terra – quando havia uma Terra, antes de ela ter sido demolida para para dar lugar a uma via expressa hiperespacial
– o problema eram os carros. As desvantagens envolvidas em arrancar toneladas de gosma preta e viscosa do subsolo, onde a tal gosma tinha ficado escondida em segurança e longe de todo o mal, transformá-la em piche para cobrir o chão, fumaça para infestar o ar e espalhar o resto pelo mar, tudo isso parecia anular as aparentes vantagens de se poder viajar mais rápido de um lugar para o outro. Especialmente quando o lugar a que se chegava tinha ficado, por conta dessa coisa toda, muito parecido com o lugar de que se tinha saído, ou seja, coberto de piche, cheio de fumaça e com poucos peixes."

"Num universo infinito tudo pode acontecer – disse Ford. – Até a sobrevivência. Estranho, mas verdadeiro."

"É loucura dizer que você sabe o que está acontecendo com as outras pessoas. Só elas sabem, se é que existem. Elas têm seus próprios universos a partir de seus olhos e seus ouvidos." 

O Guia do Mochileiro das Galáxias - Douglas Adams

"Uma das coisas que Ford Prefect jamais conseguiu entender em relação aos seres humanos era seu hábito de afirmar e repetir continuamente o óbvio mais óbvio, coisas do tipo Está um belo dia, ou Como você é alto, ou Ah meu Deus, você caiu num poço de dez metros de profundidade, você está bem?. De início, Ford elaborou uma teoria para explicar esse estranho comportamento. Se os seres humanos não ficarem constantemente utilizando seus lábios – pensou ele –, eles grudam e não abrem mais. Após pensar e observar por alguns meses, abandonou essa teoria em favor de outra: se eles não ficarem constantemente exercitando seus lábios – pensou ele –, seus cérebros começam a funcionar. Depois de algum tempo, abandonou também essa teoria, por acha-la demasiadamente cínica, e concluiu que, na verdade, gostava muito dos seres humanos. Contudo, sempre ficava muitíssimo preocupado ao constatar como era imenso o número de coisas que eles desconheciam."

"É um fato importante, e conhecido por todos, que as coisas nem sempre são o que parecem ser. Por exemplo, no Planeta Terra, os homens sempre se consideraram mais inteligentes que os golfinhos, porque haviam criado tanta coisa – a roda, Nova York, as guerras, etc. –, enquanto os golfinhos só sabiam nadar e se divertir. Porém, os golfinhos, por sua vez, sempre se acharam muito mais inteligentes que os homens – exatamente pelos mesmos motivos."

 "Quando vocês souberem qual é exatamente a pergunta, vocês saberão o que significa a resposta."

Filhos do Éden: Anjos da Morte - Eduardo Spohr

"Unos pelo combate, um homem branco e um rapaz indígena compartilhavam recordações em comum, uma cena inconcebível cinquenta anos antes, especialmente em um país onde os confrontos raciais eram ainda tão ultrajantes. Até que eles não eram tão diferentes, afinal. Eram todos seres humanos, nem bons nem maus, apenas humanos, iguais diante da morte."

"É curioso, ela refletiu, como a consciência humana não só resiste à morte, mas é ela própria que determina os caminhos que a alma percorrerá dali em diante. É justamente o peso da consciência que faz o espírito decair ao inferno, flutuar ao Terceiro Céu ou encalhar nas bordas da Gehenna..."

"Nunca faça uma pergunta cuja resposta não deseja escutar."

O Ritual Musgrave e outras aventuras - Sherlock Holmes - Arthur Conan Doyle

"Andamos à toa por duas horas, em silêncio o maior tempo, um benefício que amigos íntimos compartilham."

"Qualquer verdade é melhor do que a dúvida indefinida."

"Subestimando-nos, ficamos tão longe da verdade como ao nos superestimar."

Bhagavad Gita - Krishna

"Quando os sentidos estão identificados com objetos sensórios, experimentam sensações de calor e de frio, de prazer e de sofrimento – essas coisas vêm e vão; são temporárias por sua própria natureza. Suporta-as com paciência!"

"Perdição e redenção não vêm de fora do homem, mas são a evolução de sua própria natureza, dessa misteriosa dicotomia do ego-eu."

"Quando alguém permanece calmo e sereno no meio de sofrimentos, quando não espera receber do mundo objetivo permanente felicidade e quando é livre de apego, medo e ódio – então ele é um homem de perfeita sabedoria."

"Homem de perfeita sabedoria é o que possui perfeito domínio sobre seus sentidos com relação aos objetos sensórios."

"Todos os rios desaguam no oceano, mas o oceano não transborda, e em suas profundezas reina imperturbável tranquilidade – assim é o homem iluminado pelo conhecimento de si mesmo: de todas as partes o invadem as impressões dos sentidos – e submergem todas no seu Eu imóvel e imperturbável."

Virtudes do Medo - Gavin de Becker

"Tendemos a dar toda a nossa atenção aos riscos que fogem ao nosso controle (queda de aviões, desastres em usinas atômicas), enquanto ignoramos aqueles que sentimos serem de nossa responsabilidade (a morte provocada por fumo, má alimentação e acidentes de carro), ainda que estes últimos tenham muito mais probabilidade de nos prejudicar."

"Negamos porque fomos feitos para ver o que queremos ver."

"Embora estejamos vivendo na era espacial, nossas mentes ainda são da idade da pedra. Somos competitivos, territorialistas, violentos, exatamente como nossos ancestrais macacos."

"O recurso da violência está em todos, o que muda é a nossa visão da justificativa."

"Devemos aprender e depois ensinar aos nossos filhos que gentileza não é o mesmo que bondade. Ser gentil é uma decisão, uma estratégia de interação social; não é um traço de caráter. Quem está querendo controlar os outros quase sempre se mostra como uma pessoa gentil no início."

"É compreensível que as opiniões dos homens e das mulheres sobre a segurança sejam tão diferentes, homens e mulheres vivem em mundos diferentes. (...) ...basicamente, os homens têm medo de que as mulheres riam deles, enquanto que, as mulheres têm medo de que os homens as matem."

"Nas situações em que cabem ofertas de ajuda sem serem solicitadas, tais como as abordagens de um vendedor ou comissário de bordo, é apenas desagradável se você tiver que recusá-las três vezes. Com um desconhecido, entretanto, a recusa em ouvir um não pode ser um sinal importante de sobrevivência, da mesma forma com um pretendente, um amigo, um namorado, até com o marido. A pessoa que se recusa em ouvir um 'não' demonstra que está querendo controle, ou não quer abrir mão dele."

"É o mesmo que manter vivo um indivíduo artificialmente quando ele não tem mais qualidade de vida nem chances de sobrevivência. Apesar de muita gente pensar que isso prolonga a vida, na realidade o que se estende é o processo da morte."

"Embora o mundo esteja repleto de sofrimento, está também repleto de formas de superação."

"...a definição budista de sofrimento humano é perfeita: estar preso ao que está mudando."

"...muita gente acredita – e até aprendemos isso – que para nossa segurança devemos estar mais do que alerta. Na verdade, em geral essa atitude diminui a probabilidade de percepção de riscos e, portanto, reduz a segurança. Olhar ao redor alarmado enquanto pensamos 'alguém pode sair de repente de trás daquele muro; talvez alguém esteja escondido naquele carro' substitui a percepção do que realmente está acontecendo por fantasias do que poderá acontecer. Estamos muito mais perceptivos a todos os sinais quando não nos concentramos na expectativa de sinais específicos."

"Precauções são construtivas, enquanto que permanecer com medo é destrutivo. (...) Os montanhistas e os nadadores de longos percursos no oceano lhe dirão que não é a montanha ou a água que mata, é o pânico."

"Seu argumento é que ela tem de estar bem alerta a qualquer possibilidade de risco. Possibilidades, eu explico, estão dentro da sua cabeça, enquanto que a segurança aumenta com a percepção do que está fora dela."

"O próprio fato de você temer alguma coisa é uma forte evidência de que ela não está acontecendo."

"O medo conclama recursos de previsão poderosos que nos dizem o que pode vir em seguida. É isso o que tememos – o que pode acontecer, não o que está acontecendo agora."

"A relação entre medo real e preocupação é análoga à que existe entre dor e sofrimento. A dor e o medo são componentes necessários e valiosos da vida. Sofrimento e preocupação são componentes destrutivos e desnecessários."

"Depois de várias décadas vendo a preocupação em todas as suas formas, concluí que ela prejudica as pessoas mais do que as ajuda. Ela interrompe o pensamento claro, desperdiça tempo e encurta a vida. Quando estiver se preocupando, pergunte a si mesmo: 'De que me adianta isso?' E poderá descobrir que o custo de se preocupar é maior do que o de mudar. Para se libertar do medo, mas conservá-lo como um dom, são três os objetivos pelos quais devemos lutar. Não são fáceis de alcançar, mas vale a pena tentar: 1) Quando sentir medo, ouça. 2) Quando não sentir medo, não o invente. 3) Quando se descobrir inventando preocupações, investigue e descubra o porquê."  

"O fumo mata mais gente todos os dias do que os raios num período de dez anos, mas há pessoas que se acalmam durante uma tempestade – fumando um cigarro. Não é lógico, mas lógica e ansiedade raramente andam lado a lado."

"Só o que está ausente pode ser imaginado. Em outras palavras, o que você imagina – assim como o que você teme – não está acontecendo."

"A preocupação é uma escolha, e a criatividade que usamos nela pode ser aproveitada de outra forma, também por escolha."